ZONA LIVRE


DAYTIME DRINKING, DE NOH YOUNG SEOK
fevereiro 23, 2010, 3:34 am
Filed under: Filmes em exibição, Zona Livre | Tags: , ,

Coréia do Sul, 115min, 2008, cor, video

>> inédito no Brasil

21/02, 20h, Sala 01
23/02, 20h, Sala 01


“Surge mais um jovem e talentoso diretor da Coréia do Sul: Young-Seok Noh.  Este seu longa de estréia, que já obteve a chancela de importantíssimos festivais internacionais, sequer fez menção de aparecer em mostras e muito menos salas de cinema do Brasil. Daytime Drinking nos expõe um cinema coreano bastante distinto dos que estamos acostumados a ver nas obras de Chank Wook Park, Bong Joon Ho ou Hong Sang Soo. Assinando todas as principais funções do filme (direção, roteiro, produção, fotografia, montagem, trilha), Young-Seok Noh cria uma obra que dialoga com o cinema de Jim Jarmusch e mesmo com After Hours, de Martin Scorsese, criando uma leve e envolvente história. Uma ótima novidade asiática.” – Davi Pretto e Bruno Carboni, curadores da Zona Livre

Beber faz parte da vida. Mais do que isso, faz parte dos costumes de alguns povos, como o da Coréia. Mas o que acontece quando as coisas fogem do controle? É isso que mostra Daytime Drinking, primeiro longa-metragem de Young-Seok Noh, em cartaz na Zona Livre – Mostra de Internacional de Cinema. Para quem quer entrar no fundo da garrafa, mas não gosta de sofrer com ressaca, as sessões estão marcadas para às 20h dos dias 21 e 23 próximos, no Centro Cultural Banco do Brasil.

Daytime Drinking é o primeiro longa-metragem do sul-coreano Young-Seok Noh, de 34 anos, que já em sua estreia assumiu a responsabilidade pela direção, roteiro, produção, fotografia, montagem e trilha sonora do filme. Seu lançamento oficial aconteceu no Festival Internacional de Cinema de Seul de 2008, onde o diretor expôs em tela grande um cinema coreano bem diferente do que estamos acostumados a ver nas produções de seus conterrâneos.

Conforme explica em um manifesto no site oficial do filme, Young-Seok Noh teve a ideia de dirirgir Daytime Drinking divagando sobre a vida: “Uma boa viagem pode acabar com seus problemas, ajudar você a deixá-los de lado e pensar em outra coisa. Se estiver sozinho, existe a chance de conhecer alguém especial; não há nada melhor do que isso. Mas e se isso realmente acontecesse comigo? O que eu ia fazer? E se eu conhecesse alguém especial, e quanto às outras pessoas que eu conhecesse?”.

A essas divagações de mesa de bar, Noh acrescentou um fator importante: o álcool, que parece estar sempre presente quando a intenção é encontrar pessoas, relaxar, abrir a mente – situações vividas ou esperadas quando se faz uma viagem.

Na Coréia, existe um ditado que diz que quando uma pessoa bebe durante o dia, não consegue nem reconhecer os próprios pais; eles acreditam que o efeito é muito mais forte do que quando se bebe à noite.  O diretor continua: “Se quanto mais bebemos, mais nos sentimos livres para seguir os instintos, isso pode ser complicado. Depois de um porre, é comum acordar e encontrar uma realidade cruel nos esperando, na maioria das vezes, cheia de arrependimentos e culpa. Mas como o homem é uma espécie de animal que pensa, só que esquece rápido, bebemos de novo, dando continuidade a um ciclo que nunca acaba”. E é isso que acontece com Hyuk-jin (Sam-Dong Somg), personagem principal da história.

Recém solteiro, Hyuk-Jin vai com os amigos a um bar onde todos, bêbados, decidem ir para uma cidadezinha do interior na próxima manhã. Ao sair do ônibus no dia seguinte, porém, ele percebe que foi o único a lembrar dos planos. Lá, ele descobre que está não apenas distante de seus amigos, mas de qualquer sinal de vida comum. As lojas estão fechadas, não há turistas por perto, a praia está congelante e seu celular não tem sinal. Solitário, enquanto espera pela vinda dos companheiros, Hyuk-Jin acaba indo a direções inesperadas, e o que era pra ser uma jornada de oportunidades e superação, acaba se transformando em uma estranha experiência.

Sem carteira ou a quem recorrer, Hyuk-Jin precisa achar um jeito de sair daquela que é certamente a pior ressaca do mundo, voltar a Seul e pôr um fim à sua odisséia de bebedeiras.

Daytime Drinking é uma comédia leve, que enfatiza o isolamento das pequenas cidades da Coréia e os hábitos de sua juventude. Com controle total sobre o filme, Noh impõe a sua perspectiva e molda-o exatamente nas direções que intenciona. O resultado é um filme genuinamente engraçado e que possui, ao mesmo tempo, uma apropriada melancolia e também alguns momentos reflexivos; um elemento muito humano na narrativa faz ele parecer um relato realmente baseado na observação dos comportamentos daquelas pessoas.

Ainda sobre o estilo, dá para notar que o diretor explora  as ferramentas que tem à sua disposição para contar uma história pela qual ele está verdadeiramente interessado. Percebe -se que ele experimenta diversas técnicas cinematográficas, produzindo estilos variados para cada take na intenção de encontrar a maneira mais clara para se comunicar. Noh realmente dá a impressão de procurar a perspectiva adequada para valorizar cada cena.


Mesmo que muitos filmes coreanos circulem por mostras pequenas na Ásia, muito poucos vão para os cinemas ou mesmo para o DVD. Não é o caso Daytime Drinking, que passou por festivais importantes como o de Rotterdam, Toronto, Hong Kong e Singapura, e foi premiado em Locarno e Vesoul. Agora, essa história sobre uma viagem, algumas mulheres e muitos drinks desemboca no centro do Rio de Janeiro sem tropeçar pelo caminho, embalado pelo CineEsquemaNovo – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN) e pelo Centro Cultural Banco do Brasil.


Andréa Azambuja

Regras sul-coreanas para beber

Não se engane: a Coréia é um país moderno e, como em qualquer outro lugar, beber nos bares e direto da garrafa é um ato corriqueiro e muito praticado. Mas quando se trata de beber em um restaurante ou em um lugar mais formal, como em uma saída com os colegas de trabalho, por exemplo, o ato vem cercado de rituais estabelecidos que devem ser seguidos.

Conforme mostra Daytime Drinking, este processo pode ser extremamente divertido – ou então algo um pouco problemático. Veja as 9 regras para beber na Coréia do Sul.

REGRA 1 – “SOJU” –  soju é a bebida típica do país, e você deve bebê-la. É um destilado feito normalmente do arroz (existem outros tipos, como de batatas ou tapioca), parecido com vodca, porém mais adocicado, com nível de álcool que varia entre 20% e 45%. Em 2004, a Coréia vendeu três bilhões de litros de soju, o que significa algo em torno de 90 garrafas por ano por cada pessoa com mais de 20 anos.

REGRA 2 – O “ESPÍRITO DE BEBER” – existem diversas palavras que descrevem este “espírito”. Elas não tem correspondentes exatos em português, mas possuem significados semelhantes a “afeição”, “camaradagem”, “amizade” e “espírito de equipe”. É por esse motivo que na Coréia se bebe para firmar laços e estabelecer amizades e relações de trabalho.

REGRA 3 – NUNCA DERRUBE O PRIMEIRO COPO

REGRA 4 – RESPEITE OS MAIS VELHOS

REGRA 5 – NUNCA DEIXE O COPO DO SEU AMIGO VAZIO

REGRA 6 – A ARTE DE SERVIR – serve-se com a mão direita, com a esquerda apoiada no antebraço ou no cotovelo. Para mostrar respeito, deve-se servir ou aceitar a bebida com as duas mãos.

REGRA 7 – O COPO VAZIO – quando alguém oferece um copo vazio a outra pessoa, isso é uma honra. A tradição é oferecer o copo vazio e depois enchê-lo para a outra pessoa, que deve aceitar e não beber de um gole só.

REGRA 8 – MANTENHA O CONTROLE!

REGRA 9 – QUANDO TODAS AS OUTRAS REGRAS FALHAREM – ESQUEÇA!

Elenco

SONG Sam-dong – Hyeok-jin
YOOK Sang-yeob – Ki-sang
KIM Kang-hee – mulher da porta ao lado
Lee Ran-hee – Ran-hee
SHIN Un-Seop
TAK Seoung-jun

Prêmios

Festivais
Jeonju International Film Festival 2008
Locarno International Film Festival 2008
Toronto International Film Festival 2008
Vessoul Asian Film Festival 2009
Asian Hot Shots Berlin 2009
International Film Festival Rotterdam 2009
SXSW Film Festival 2009 SXSW Film Festival 2009
Hong Kong International Film Festival 2009
Wisconsin Film Festival 2009
Singapore International Film Festival 2009
Fantasia Festival 2009
Seattle Film Festival 2009

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: